segunda-feira, 10 de julho de 2017

você desenvolve a tecnologia, ou vai viver dependente de outros países.









Esta bomba seria a que ele se refere
Para a exposição de novas criações e ideias, no entanto, é preciso ser cauteloso. Notícias criam pressão e não conseguir entregar a tecnologia prometida dentro do prazo faz a credibilidade afundar. De quebra, o spoiler ainda ajuda o inimigo. “Se a gente dá bandeira antes da hora, corre o risco de ser copiado por alguém mais ágil e termina sendo passado para trás”, alerta. Já aconteceu, inclusive. Os Estados Unidos lançaram uma bomba com base numa tecnologia divulgada pela Mectron numa feira, e que a empresa não deu conta de desenvolver. Por isso, Wagner Amaral prefere assumir um “perfil baixo”, como ele mesmo define, e ser o mais discreto possível em relação aos projetos que desenvolve.

Nota na verdade tem auguei querendo tira o direito do brasil subdesenvolver

tecnologia de ponta na parte de míssil e bombas me parece que os EUA
TEMOS QUE FICAR DE OLHOS NO TIO SÃ     

Arquivo do blog segurança nacional