sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Reunião ampliada entre as delegações do Brasil e Rússia


Em relação a temas mais tangíveis, a comitiva revelou que seu país pretende se candidatar à terminar as obras da Usina Nuclear de Angra 3, um investimento de US$ 7 bilhões, e participar da construção de outros reatores em território nacional. Nesta área, poderia ainda colaborar com o desenvolvimento do LABGENE, a planta atômica brasileira que se encontra em processo de montagem em Aramar, no estado de São Paulo.

Desde a fundação da ROSATOM, a estatal russa que concentra a produção de reatores, em 2007, foram contratados 28 reatores em cinco países. Além da própria Rússia, Belarus, China, Índia e Irã serão beneficiados pela produção de energia a partir de reatores russos ou construídos em conjunto a partir de transferência de tecnologia, um mercado de US$ 740 bilhões. A empresa ainda mantém acordos operacionais com a África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Nigéria e Turquia.

Na área espacial, a Rússia já entregou tecnologia de motores de combustível líquido para o Veículo Lançador de Satélite (VLS) brasileiro, que se encontra em compasso de espera por questões orçamentárias, e tem interesse de participar do Centro de Lançamentos de Alcântara, no Maranhão, substituindo a fracassada parceria com a Ucrânia encerrada em 2014. Ao contrário da oferta em estudo com os Estados Unidos, a ROSCOSMOS, estatal que controla a área de foguetes e satélites russa, aceita repassar tecnologia para o Brasil.

Após a visita à Brasília, Patrushev viajou à Buenos Aires onde teve reunião com o presidente Mauricio Macri.

Na política de aproximação com Brasília, a Rússia pensa fazer uma proposta governo-governo para viaturas 4x4 Tigr



Nota Snb Caro leitor bom como vc viu ai uma grande diferencia  entre a Russia e EUA 
Ao contrário da oferta em estudo com os Estados Unidos, a ROSCOSMOS, estatal que controla a área de foguetes e satélites russa, aceita repassar tecnologia para o Brasil.
Acho que o brasil deve agir rápido sem pensar muito a Russia e a melhor pasceria 
para o brasil neste momento  acho que deve ser assinado longo o acordo com a russia
chega de tio são ficar proibindo os pais de se subdesenvolver  no setor espacial em tudo 
o brasil tem que para de cheira o rabo  de tio são   
boa noite       

O primeiro submarino da classe Scorpene da Índia INS Kalvari encomendado




Soldados da Rússia e China treinam utilizando equipamento chinês (VÍDEO)

Unidades especiais russas e chinesas realizaram manobras antiterroristas na China para testar o equipamento atribuído à Polícia armada do povo chinês.

As manobras antiterroristas das unidades especiais da Guarda Nacional russa e da Polícia armada do povo chinês Cooperação 2017, iniciadas em 2 de dezembro, finalizaram na quarta (13) na região autônoma de Ningxia, na China.

O objetivo principal era a segurança. Estes são treinamentos e exercícios internacionais. Era importante que tudo decorresse sem feridos. Tínhamos preparado os exercícios em conjunto com os chineses. A parte chinesa nos abasteceu com todo o equipamento. Estas são as suas armas, que eles utilizam diariamente durante os treinamentos e durante as missões de patrulhamento de combate. A particularidade destas armas é que elas são de dimensões menores", contou à Sputnik China o representante da Guarda Nacional russa.



Os militares efetuaram um assalto aerotransportado a partir de helicópteros, um assalto a um prédio de grande altura, missões de busca e neutralização de criminosos armados escondidos em um bloco de prédios de habitação, a libertação de reféns mantidos em um veículo, tiro com diferentes tipos de armas e a partir de diferentes veículos de combate, bem como mostraram a sua capacidade de combate corpo-a-corpo.
A particularidade dos exercícios é que todos os participantes utilizaram durante as manobras veículos e meios de comunicação da Polícia armada chinesa, comunicou o porta-voz da Guarda Nacional da Rússia.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Submarino B.A.P. Chipana em seu MSubmarino

China desenvolveu um submarino revolucionário com alta velocidade de 100 nós

McDonnell Douglas F-4 Phantom II

Desmobilização do crime: Soldados do Exército em mais um dia no Complexo da Maré

Exército faz operação na favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro
O Exército continua a realizar operações nas comunidades do Rio de Janeiro. Na tarde de hoje, 800 homens foram mobilizados para patrulhar as favelas da Maré. Cinco pessoas foram presas e uma oficina de desmonte de carros de luxo, desarticulada.

Arquivo do blog segurança nacional