sexta-feira, 7 de julho de 2017

China desenvolve propulsor que mudará para sempre tecnologia de submarinos

A Marinha do Exército de Libertação Popular chinês anunciou a criação de um propulsor elétrico sem análogos no mundo, segundo informou Dave Majumdar no seu artigo para o The National Interest.

O propulsor conta com um motor elétrico, em vez de um eixo de transmissão mecânico, o que o tornará muito mais silencioso do que qualquer sistema de propulsão de submarinos de última geração.Segundo explicou a especialista Minnie Chan, em seu artigo para o jornal chinês South China Morning Post, o novo propulsor possui um motor elétrico em forma de anel, que envolve o rotor para criar o impulso.
De acordo com os especialistas militares, os submarinos chineses equipados com este tipo de propulsor serão mais silenciosos, além disso, a nova tecnologia permitirá reduzir a cavitação (efeito hidrodinâmico que ocorre quando se criam cavidades de vapor dentro da água), o que também contribuirá para reduzir o nível de visibilidade do submarino.Este é um de nossos primeiros projetos de vanguarda que está sendo aplicado em submarinos chineses da próxima geração", segundo declarou em maio o contra-almirante da Marinha chinesa, Ma Weiming, citado pela South China Morning Post.
O militar também indicou que esta tecnologia tem vantagem sobre a dos EUA, "que também desenvolveram uma tecnologia semelhante".
Quanto à nova geração de submarinos chineses, provavelmente se trata das novas modificações dos submersíveis nucleares de ataque do tipo 095, assim como os submarinos de mísseis balísticos do tipo 096.A Marinha dos EUA usa a tecnologia de propulsão a jato de água em seus submarinos de ataque da classe Los Angeles, Seawolf e Virgínia. Além disso, está previsto instalar um motor de "hidrojet" nos submarinos nucleares e de mísseis da classe Columbia, que utilizarão a propulsão elétrica em combinação com um motor de ímã permanente.No entanto, o desenvolvimento de um sistema de propulsão de submarinos que não tenha eixo é o "Santo Graal", de acordo com os peritos militares norte-americanos. Assim, Bryan McGrath, da empresa FerryBridge Group, qualificou a tecnologia como uma parte da "máquina de propaganda da China". Além disso, afirmou que, se fosse verdade, "seria algo significativo" para a indústria submarina, mas disse que os submarinos chineses nunca poderão ultrapassar os americanos no que diz respeito às suas capacidades furtivas.
Em qualquer caso, o desenvolvimento pela China de um submarino equipado com um motor tão avançado é um evento significativo para a Marinha do país asiático. Não obstante, a frota submarina china ainda tem um longo caminho a percorrer, concluiu colunista do portal The National Interest.

Arquivo do blog segurança nacional