quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Caça russo encanta em show aéreo no Bahrein

O rei do Bahrein, Hamad bin Isa Al Khalifa, expressou interesse no caça de quinta geração Sukhoi T-50 (PAK FA). A produção em série de uma versão de exportação da aeronave deve começar em 2020.
O rei também mostrou-se interessados por helicópteros russos como o Ka-226T, o Ansat, o Ka-32A11BC e o Mi-171A2, segundo uma fonte na delegação russa.
O T-50 foi visto pela primeira vez em janeiro de 2010, quando foi apresentado no show aéreo MAKS-2011. O caça deve passar a fazer parte da ForAérea russa em 2016. Sua produção em massa começará em 2017, segundo disse neste sábado o coronel-general Viktor Bondarev, das Forças Aeroespaciais.
“Tenho 100% de certeza que terminaremos os testes conjuntos este ano. A aeronave deve ser produzida em massa no ano que vem”, disse Bondarev aos jornalistas.
O comandante informou ainda que visitou recentemente Komsomolsk-on-Amur para ver o trabalho da empresa. “Hoje, o 11º e últimos da série T-50 está 60-70% pronto”, revelou.
O T-50, equipado com aviônica moderna e sistemas de voo inteiramente digitais, será o primeiro avião furtivo operacional das Forças Aeroespaciais russas.


SPUTNIK SNB

Arquivo do blog segurança nacional