quinta-feira, 25 de abril de 2013

Vídeo da NASA mostra 3 anos de explosões solares em minutos

São Paulo – Nos últimos três anos, a missão Solar Dynamics Observatory (SDO), da NASA, acompanhou com atenção tudo o que se passava na maior estrela do sistema solar, o Sol. O resultado desta observação virou um vídeo de quase quatro minutos no qual foram compiladas imagens capturadas pela sonda e que mostram atividade solar de 2010 até 2013.

Um dos focos da pesquisa feita pela sonda são os ciclos desta estrela, nos quais é possível detectar as chamadas “tempestades solares”. Este fenômeno é causado por espécies de manchas na superfície do Sol que, por sua vez, são regiões gasosas atingidas por quedas de pressão e temperatura. Essas mudanças no seu campo magnético acabam por emitir grandes nuvens de radiação que podem chegar até a Terra.
Há tempos especula-se que o planeta seria atingido por uma super tempestade solar ainda neste ano. Isso porque, de acordo com cientistas, o Sol conta com ciclos de atividade que duram até 11 anos, durante o qual podem ser observados períodos de maior e menor intensidade. E o auge do movimento atual está previsto para acontecer em 2013
Para a NASA, contudo, a atividade esperada para o ano está abaixo do esperado, mas pode aumentar até o fim do ano. No último dia 11 de abril, a agência, através da missão SDO, detectou o que vem sendo considerada como a maior explosão de 2013, pelo menos até agora.
Apesar de ser a atividade mais intensa, foi classificada como média. As consequências práticas destes eventos para a vida na Terra são muitas, mas, em geral, não há riscos para a vida no planeta e interferem, geralmente, na comunicação de rádio e navegação por GPS. 
Veja abaixo, o vídeo na íntegra:
EXÁME... SNB

Arquivo do blog segurança nacional