quinta-feira, 28 de março de 2013

IAE e o motor do EDS KC-390 Previsão de 20 unidades entregues por ano

O motor turbofan IAE V2500-A5, base da nova versão V2500-E5 destinada ao KC-390 (Imagem: IAE)

Por Roberto Valadares Caiafa
A International Aero Engines (IAE) deve iniciar os trabalhos para construir o primeiro conjunto (par) do turbofan V2500-E5 para a aeronave de transporte militar Embraer KC-390. Estima-se que a produção para atender o programa da Embraer Defesa e Segurança (EDS) deverá ficar na faixa de 20 motores por ano.
A IAE vai começar a montar os motores até o final do primeiro semestre de 2013 e pretende entregar as primeiras unidades no quarto trimestre. Três motores estão programados para entrega no final deste ano com mais três antes do fim de Janeiro de 2014. Os testes de voo do primeiro avião estão previstos para acontecer no final de 2014, com a entrega dos motores de produção a partir de 2015.
A Embraer, que acaba de completar a revisão crítica do projeto da aeronave, considera que está no caminho certo para entregar as primeiras unidades do KC-390 em 2015 ou 2016. O Brasil, juntamente com a Argentina, Chile, Colômbia, República Checa e Portugal, colocou cartas de intenção cobrindo 60 aeronaves.
O presidente da IAE, Jon Beatty disse que os parceiros do consórcio se comprometeram a manter uma produção estável de 20 anos para os motores e seus itens, mantendo desta forma o suporte logístico desse item para o KC-390.
O V2500E5 (variante do motor especialmente designada para o KC-390) tem uma quota de 95% de comunalidade com o motor V2500-A5 atual, e será fornecido a uma taxa de 20 por ano para apoiar a produção anual prevista de 10 Embraer KC-390. A Embraer estima que o potencial de mercado global de aeronaves do tamanho de um C-130 é de cerca de 700 unidades.
tecnodefesa.com.br...............SNB

Arquivo do blog segurança nacional