sábado, 5 de agosto de 2017

General critica falta de dinheiro para o Exército brasileiro: 'Há limites'

O comandante do Exército brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, criticou nesta quinta-feira o arrocho orçamentário pelo qual a força militar terrestre está vivenciando no país. E ele usou as suas redes sociais para expor o problema.
“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, escreveu Villas Boas.Não é a primeira vez que o general vem a público para reclamar da falta de dinheiro. Em junho, Villas Boas falou a parlamentares em Brasília e explicou que, embora o Exército possua dotações anuais de R$ 2 bilhões, os repasses previstos para 2017 são de R$ 767 milhões.
Segundo o general, a diferença acaba não inviabilizando as operações dos militares, mas dificulta o desenvolvimento de novos projetos – o que, de acordo com ele, impacta no próprio desenvolvimento do país. “Não é possível definir um valor na peça orçamentária, a gente se estruturar e depois já vem uma interrupção”, comentou.
 que parte da revolta do general se deve ao fato de que o Exército possui hoje recursos para manter as suas atividades apenas até setembro.

Arquivo do blog segurança nacional