segunda-feira, 31 de julho de 2017

Noruega revela primeiro navio de carga não tripulado (VÍDEO

O mundo está louco por drones e robôs, mas a Noruega está na vanguarda, construindo navios de carga não tripulados que também terão emissões zero graças a motores elétricos.
Yara Birkeland é o nome do novo navio cargueiro porta-contêineres robótico que está sendo construído na Noruega por duas empresas. Segundo as previsões, o navio cargueiro eléctrico para transporte marítimo de curta distância será posto em funcionamento em 2018. No início, uma tripulação ainda estará presente no navio, mas em 2020 o navio passará para funcionamento autônomo (caso obtenha as autorizações necessárias).
Este navio moderno, que custa 25 milhões de dólares, é um projeto conjunto da empresa de fertilizantes Yara com a empresa Kongsberg Gruppen, especializada em alta tecnologia. Embora o navio seja três vezes mais caro que um navio de carga tradicional do mesmo tamanho, os custos operacionais serão reduzidos em 90 por cento, porque o navio elétrico não precisa de tripulação nem de combustível.
Acreditamos que isso [o navio elétrico] é o futuro.  Achamos que isso pode ser muito importante", disse a representante da Yara, Kristin Nordal, ao jornal norueguês Aftenposten. De acordo com Nordal, a empresa planeja reduzir as emissões e tornar a produção o mais amiga do ambiente possível.
Espera-se que o chamado "Tesla dos mares", seja tripulado a partir de um centro de controle a bordo durante as primeiras viagens e depois seja controlado de forma autônoma via GPS. As possíveis colisões serão evitadas usando uma combinação de sensores.
O Yara Birkeland circulará ao longo da costa norueguesa entre a fábrica da Yara e um porto maior, onde os contentores com fertilizantes serão carregados em navios de carga maiores para exportação.
Segundo o diretor executivo da Yara, hoje em dia a empresa transporta os contentores por terra e tem mais de uma centena de viagens de caminhão por dia. Usando o navio elétrico, a empresa conseguirá reduzir o ruído e poeira, melhorar a segurança rodoviária e cortar as emissões de óxido nitroso e dióxido de carbono.
De acordo com um representante da Yara, o Yara Birkeland é apenas o começo. A empresa planeja investir em navios não tripulados maiores e estabelecer rotas marítimas mais longas para os navios não tripulados, incluindo rotas transoceânicas.
Entretanto, a Noruega não é o único país que está investigando possibilidades de mercado para navios não tripulados. A empresa britânica Rolls-Royce Holding PLC planeja lançar navios robóticos em 2020, começando com rebocadores e balsas e, mais tarde, passar para navios de carga maiores que naveguem em águas internacionais.

Arquivo do blog segurança nacional