sábado, 6 de maio de 2017

Conheça o submarino britânico que pode ficar até 25 anos debaixo de água (FOTO, VÍDEO

O inovador submarino britânico HMS Audacious está construído de tal modo que pode ficar debaixo de água durante um quarto de século sem necessidade de subir à superfície.

O HMS Audacious foi construído pela empresa BAE Systems e é um dos submarinos da classe Astute, considerados os mais silenciosos do mundo. Equipado com enormes reatores nucleares, se espera que este submarino entre em serviço da Marinha Real britânica em 2018.
O combustível do avançado submarino HMS Audacious será suficiente até o ano de 2043. Em geral, os submarinos da classe Astute são projetados para permanecerem escondidos debaixo de água durante meses ou até mesmo anos. A água doce a bordo é produzida através de destilação da água do mar. Quanto à geração de oxigênio, ela é realizada através da separação química da água. Por sua vez, o dióxido de carbono é removido da atmosfera com o uso de equipamento especial.
​Não obstante, os navios desta classe têm que voltar para o porto a cada três meses para repor as reservas de víveres. Além disso, a permanência dos marinheiros a grande profundidade pode afetar de forma negativa a saúde mental e física da tripulação.
​Os submarinos desta classe contam com mísseis Tomahawk e torpedos Spearfish sem ogivas nucleares. Atualmente, a Marinha do Reino Unido dispõe de quatro submarinos equipados com mísseis americanos Trident. O Governo britânico expressou seus planos para substituir os navios da classe Vanguard pelos da classe Successor, equipados com outros projéteis, mas também de fabrico norte-americano.
Segundo declarou à Sputnik o almirante Alan William John West, ex-comandante da OTAN, "a única restrição é a necessidade de comer. Esses submarinos podem gerar sua própria água e ar. A patrulha mais longa da história durou 108 dias".
O alto comando britânico acrescentou que os navios da classe Astute são "ideais" para realizar missões de inteligência, bem como para afundar submarinos inimigos. Além disso, são capazes de desembarcar militares das forças especiais sem necessidade de emergir à superfície.

Arquivo do blog segurança nacional