Wikipedia

Resultados da pesquisa

domingo, 22 de janeiro de 2017

EUA intensificam 'corrida submarina' construindo novos navios

Os EUA estão desenvolvendo submarinos nucleares de nova geração (da classe Columbia) para serem os submarinos "mais silenciosos e menos detectáveis na história mundial".

O analista militar Igor Kudrin, fala em entrevista à Sputnik Internacionaldesse novo submarino e sobre as capacidades dos submarinos de mísseis modernos.
Chamados pela mídia americana de "submarinos do século XXI", os submarinos (da classe Columbia) irão substituir os submarinos de mísseis estratégicos existentes (da classe Ohio) que foram construídos durante os anos 80 —90.
Os EUA planejam construir 12 submarinos desse tipo, com o primeiro ficando disponível em 2021.
A Rússia conta com três submarinos nucleares estratégicos de quarta geração: Yuri Dolgoruky, Aleksandr Nevsky e Vladimir Monomakh. A Marinha russa planeja ter na sua frota dez submarinos nucleares estratégicos da classe Borei até 2020.
Igor Kudrin destacou que os submarinos nucleares modernos apareceram graças às muitas décadas de competição entre as marinhas da Rússia e dos EUA.
Ele acrescentou que essa é a razão por que os americanos avançam na área de desenvolvimento de submarinos da classe Columbia, bem como na modernização de submarinos das classes Seawolf, Virginia, etc.
Está decorrendo uma corrida submarina. Nós estamos à frente agora, mas eles tentam nos alcançar. Os americanos cometeram um erro grande quando trocaram completamente seus submarinos a diesel por nucleares. Mas não o fizemos e ainda usamos submarinos não nucleares com sistemas de propulsão anaeróbicos, observou o especialista.
Falando sobre drones submarinos, Igor Kudrin disse que submarinos tripulados são o futuro da guerra submarina.Mais cedo neste mês, o Pentágono anunciou oficialmente o programa da Marinha com maior prioridade, no valor de 125 bilhões de dólares, para comprar 12 submarinas nucleares avançados.
Entretanto, o orçamento aprovado pelo Senado no fim de 2016 autoriza 773 milhões de dólares para esse programa.
O início da construção de navios submarinos de mísseis balísticos da classe Columbia está marcado para 2021. Os submarinos, de 171 metros de comprimento, têm um conjunto de unidades propulsoras, incluindo motor elétrico turbo, nuclear e hidrojato.
Os submarinos podem ser equipados com 16 misseis balísticos Trident D5 de lançamento por submarinos.

Arquivo do blog segurança nacional