sexta-feira, 9 de agosto de 2013

E-mail criptografado que teria sido usado por Snowden é fechado

Um serviço de email criptografado que supostamente foi usado por Edward Snowden, delator do esquema de espionagem feito pelos Estados Unidos, fechou as portas abruptamente na quinta-feira. O site foi fechado em meio a uma disputa judicial com Washington pelo acesso de dados de usuários do serviço.
Em nota, o proprietário do Lavabit, Ladar Levison, disse que decidiu "suspender as operações", mas foi impedido de discutir os acontecimentos que levaram à sua decisão que, segundo ele, levou seis semanas.
"Fui forçado a tomar uma decisão difícil: tornar-me cúmplice de crimes contra o povo americano, ou abandonar quase dez anos de trabalho duro. Depois de consultar minha consciência de forma exaustiva, decidi suspender as operações".
Esse período coincide com o momento em que Snowden apareceu publicamente como fonte de reportagens que detalharam operações de espionagem eletrônica secreta realizada pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês).
O Departamento de Justiça dos EUA não fez nenhum comentário imediato. A lei americana de segurança nacional permite que as autoridades realizem pedidos a companhias com a advertência formal de que manterão segredo.
"Esta experiência me ensinou uma lição muito importante: sem a ação do Congresso ou um forte precedente judicial, recomendo fortemente contra confiar seus dados privados a uma empresa com laços físicos nos Estados Unidos".
Também na quinta-feira, um executivo de um provedor mais conhecido de email seguro disse que sua empresa também havia encerrado o serviço. Jon Callas, co-fundador do Silent Circle, disse no Twitter e em um blog que o Silent Circle tinha encerrado o serviço Silent Mail.
SNB

Arquivo do blog segurança nacional