terça-feira, 13 de agosto de 2013

Filas em Gibraltar aumentam, em meio a exercício militar britânico

A fronteira entre Espanha e Gibraltar voltou a ser cenário nesta terça-feira de longas filas de automóveis para entrar no enclave britânico, depois que Madri e Londres ameaçaram levar a disputa a organizações e tribunais internacionais.
O aumento das filas, uma das maiores reclamações do Reino Unido, acontece no dia em que zarpou um navio de guerra britânico de Portsmouth, no sul da Inglaterra, ao território britânico na Península Ibérica, o que pode elevar ainda mais a tensão entre os dois países.Por volta das 11h locais (6h em Brasília), a fila de veículos do lado espanhol da fronteira se estendia por vários quilômetros. Em mensagem no Twitter, a polícia de Gibraltar informou que a espera poderia chegar a até três horas.
Diante da longa fila, muitas pessoas optavam por estacionar o carro do lado espanhol e atravessar a pé a fronteira, várias delas com malas ou pastas de trabalhos. "É revoltante passar várias horas esperando para entrar e sair", lamentou Francis Pérez, 30, que passou uma hora e meia na fila com a família.
Os controles na fronteira foram reforçados pelos espanhóis em junho, como represália à construção de um arrecife artificial que, segundo Madri, impede a aproximação de barcos espanhóis e prejudicará a pesca na região de Andaluzia.
Os controles mais intensos provocaram as longas filas e uma escalada da tensão diplomática com Londres que, na segunda (12), ameaçou tomar ações legais contra a Espanha. Os espanhóis, que cederam o território em 1717, reivindicam o controle do local, que tem 7 km² e 30 mil habitantes.
A tensão deve aumentar com a chegada da fragata Westminster, barco de guerra britânico que fará exercícios em Gibraltar. A embarcação participará de uma atividade que, segundo o Reino Unido, já estava planejada e foi informada à Espanha antes da crise diplomática.
FOLHA..SNB

Arquivo do blog segurança nacional