sexta-feira, 19 de abril de 2013

Divulgadas possíveis causas da explosão no Texas


Na cidade de West, no Texas, continua a operação de busca e resgate. Segundo anunciou numa conferência de imprensa especial o prefeito da vila, Tommy Muska, o número de vítimas já aumentou para 14 pessoas, estando 35-40 pessoas desaparecidas.

Sabe-se que quatro das vítimas eram bombeiros que estavam tentando apagar o incêndio no local.
Atualmente, os resgatadores continuam vasculhando os escombros na cidade. Segundo dados atualizados, 80 edifícios foram destruídos ou ficaram fortemente danificados, informa o correspondente da Voz da Rússia que se encontra no local do acidente.
Sob os escombros podem estar pessoas. O cirurgião traumatologista Danny Owens apelou para acelerar a operação de busca:
“Sob os escombros, uma pessoa pode sobreviver alguns dias, tudo depende de sua condição física. Acima de tudo, estou preocupado com os pacientes do lar de idosos. A maioria deles não conseguirá resistir por muito tempo se os socorristas não se apressarem.”
A questão das causas da tragédia continua em aberto. A versão principal é a violação das regras de segurança na fábrica. Mas as autoridades não se apressam a tirar conclusões. Eis o que disse a jornalistas o xerife do distrito McLennan, Matt Coughton:
“Eu não posso dizer se ainda há lá recipientes não detonados com material perigoso. Ainda não sabemos qual foi a causa do incêndio. Isto está sendo investigado.”Entretanto, descobriu-se que os proprietários da fábrica de fertilizantes tinham regularmente recebido multas por violação das regras de segurança durante a produção e o transporte de substâncias perigosas. Apenas no ano passado, os gerentes tiveram que pagar 8.000 dólares.
De acordo com a Associated Press, o Departamento de Segurança do Ministério do Trabalho dos Estados Unidos (OSHA) não verificava o trabalho da fábrica desde 1985.
SNB

Arquivo do blog segurança nacional