sábado, 23 de março de 2013

O uruguaio Força Aérea manifesta interesse em F-5 Tiger III do Chile


 Montevidéu tem acontecido durante a visita de uma delegação da Força Aérea do Chile em Montevidéu, enquadrado nas comemorações pelos 100 anos da aviação militar no Uruguai, que contatos foram feitos com a transferência de até 12 F-5 Tiger III para aForça Aérea Uruguaia . A FACh chegou com um grupo de F-5 Tiger III (que incluiu um treinador de dois lugares), acompanhada por um avião-tanque Boeing KC-135 que reabastecido duas vezes no ar para um voo para Punta Arenas juntou Montevidéu (1300 milhas) quase vôo de três horas. Além disso, fora do registro, verificou-se que o custo de 12 unidades seria em torno de 80 milhões.
O uruguaio Força Aérea está em pleno processo de seleção de uma aeronave interceptadora para complementar os radares 3D Lanza , já que atualmente só tem aviões A37b Dragonfl e IA58 Pucará (suplementada por PC-7U), tanto de ataque ao solo e não têm os recursos necessários para uma interceptação rápida e guiado por um radar a bordo. Entre osaviões testados incluem o Yak-130 russo e L-15 Chinês (ambos capazes multirole avançada formadores), mas o interesse não muito tempo atrás expressa (novamente) para aeronaves F-5, um avião que tem sido historicamente o FAU favorito.
O F-5 Tiger III da FACH é uma aeronave que tem sido continuamente melhorado os padrões de geração com radar multimodo Elta EL/M-2032, sistemas melhorados RWR, HOTAS, HUD EL-OP 2 e capacete DASH III míssil Python III, IV e, mais recentemente, o Derby de mísseis BVR que implicou alterações recentes aviônicos da aeronave.
SNB

Arquivo do blog segurança nacional