terça-feira, 5 de março de 2013

Como lutar contra publicidade dissimulada em blogs?

Svetlana Andreeva........

Possivelmente, os usuários da Internet russa terão de pagar nos próximos tempos por mencionarem marcas comerciais em seus blogs abertos. O Serviço Federal Antimonopólio (FAS) considera tais ações como publicidade dissimulada e está disposto a discutir com a Duma de Estado a possibilidade de aplicar sanções fiscais por isso ou até de proibir a referência de marcas comerciais em páginas da Web pessoais.

Hoje em dia, no segmento russo da Internet há cerca de 95 milhões de blogueiros. Está claro que poucos deles ganham à conta da publicidade dissimulada. Cujos interesses serão prejudicados pelo FAS? Daqueles que praticam comércio ou de todos os restantes que através de smartphones publicam no Facebook seu paradeiro, enquanto isso possa ser uma loja de marca conhecida, ou sua imagem frente ao seu próprio carro? O que será considerado como publicidade dissimulada e não uma informação particular e como o FAS irá controlá-lo? São as questões que preocupam hoje os usuários russos da Internet, diz Ekaterina Pakhomchik, dirigente do serviço de imprensa de uma rede social:
“Este é um prolema muito contestável. Por exemplo, uma pessoa escreve em seu blog ter almoçado num restaurante. Esta pessoa visitou de fato este restaurante e escreveu sobre isso de boas intenções. Por que razão este comentário deve ser sujeito a impostos? E quanto ao controle, não imagino como isso será efetuado na esfera russa de blogueiros, onde diariamente aparecem cerca de 150 mil comentários”.
Por outro lado, hoje a Internet é o palco mais popular, acessível e barato para produtores de publicidade. É por isso que o FAS revela especial interesse em relação a esta esfera. Mas, infelizmente, não há por enquanto propostas concretas de como se pode distinguir simples blogueiros de maus pagadores de impostos, considera Robert Shleguel, deputado da Duma de Estado:
“É necessário elaborar regras e definir noções para controlar legalmente a Internet. A meu ver, isso é bastante difícil e não se entende qual será a eficácia destas medidas. Penso que se deve primeiro preparar resoluções, discuti-las e só depois aplicar medidas e não ao contrário, porque isso não seria justo e eficaz. Neste plano, o FAS deve pensar bem em suas ações”.
Na Internet, cada país tem regras de conduta em blogs, mas em nenhuma parte são proibidas as menções de marcas comerciais. Na Inglaterra, por exemplo, é possível comentar em páginas pessoais todas as preferências, menos a propaganda de violência. Mas se uma pessoa recebe dinheiro por publicidade, ela deve pagar impostos. Ao mesmo tempo, na Alemanha não há costume de publicar publicidade dissimulada em páginas pessoais. Para isso existem blogs comerciais especializados.
VOZ DA RUSSIA ...SNB

Arquivo do blog segurança nacional