sexta-feira, 1 de março de 2013

Cápsula Dragon sofre "alguns problemas" ao se separar de foguete


A cápsula Dragon, que foi lançada na manhã desta sexta-feira em Cabo Canaveral (EUA) para abastecer a Estação Espacial Internacional (ISS), reportou "alguns problemas" ao se separar do foguete Falcon 9 que a transportava.
Segundo a companhia privada à qual pertence a cápsula, esta teve certos problemas após a separação do foguete, justo quando a Dragon esperava ativar seus painéis solares, mas a fonte não quis dar mais detalhes sobre a natureza do incidente.
John Insprucker, diretor de construção do foguete Falcon 9, convocou uma entrevista coletiva para explicar ainda hoje o ocorrido.
Apesar do problema, por enquanto a cápsula continua sua viagem em direção à ISS.
Esta missão representa a terceira viagem de uma cápsula Dragon, fabricada pela companhia privada Space Exploration Technologies para o laboratório orbital, após um voo de demonstração em maio de 2012 e a primeira missão de reabastecimento em outubro do ano passado.
A Dragon leva 550 quilogramas de provisões para a tripulação da ISS, e seus experimentos a bordo do laboratório, uma instalação de US$ 100 bilhões do qual participam 15 países.
A ISS orbita a aproximadamente 385 quilômetros da Terra e a cerca de 27 mil km/h.
O programa prevê que a cápsula Dragon volte à Terra em 25 de março e desça de paraquedas sobre o oceano Pacífico perto do litoral da Baixa Califórnia, trazendo mais de uma tonelada de equipamentos e experimentos.
A bordo da ISS estão atualmente seis tripulantes: os russos Oleg Novitski, Yevgueni Tarelkin e Roman Romanenko, os americanos Kevin Ford e Tom Marshburn, e o canadense Chris Hadfield.
EFESNB

Arquivo do blog segurança nacional