sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Embraer é autorizada a vender jatos 190 e 195 na Rússia


Daniela Meibak
Daniela Meibak

SÃO PAULO - Os jatos Embraer E190 e E195 receberam aprovação do Interstate Aviation Committee, também conhecido por MAK, do governo da Rússia, o que permite que companhias aéreas russas adquiram as aeronaves de 112 e 124 assentos da companhia.
A Embraer estima que o volume de passageiros domésticos na Rússia crescerá em torno de 5,6% ao ano nos próximos 20 anos e que, para suprir a demanda, as companhias aéreas precisarão de aproximadamente 455 novas aeronaves com capacidade de 30 a 120 assentos.
O número representa 7% da demanda mundial nesse segmento, segundo a companhia. Na categoria de 91 a 124 assentos, no qual o E190 e o E195 estão posicionados, o mercado russo precisará de cerca de 300 novas aeronaves, de acordo com a Embraer.
“Este é um marco significativo no programa que permite que clientes potenciais na Rússia adicionem E-Jets a suas frotas”, disse Paulo Cesar Silva, presidente da Embraer Aviação Comercial. “Estou certo de que os E-Jets podem trazer novas eficiências operacionais para as companhias aéreas e ajudá-las a ter sucesso num mercado interno com elevadas taxas de crescimento.”
Os jatos da Embraer são operados por empresas aéreas de países próximos à Rússia, como Polônia, Finlândia, Bulgária, Estônia e República da Moldávia, e na Comunidade de Estados Independentes (CEI), onde têm clientes no Cazaquistão, Azerbaijão, Bielorrússia e Ucrânia.
VALOR SEGURANÇA NACIONAL BLOG

Arquivo do blog segurança nacional