sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Israel pode aprovar mobilização de até 75 mil reservistas


estadão.com.br
TEL-AVIV - Israel pode aprovar a mobilização de até 75 mil reservistas, no que pode ser a preparação para uma ofensiva terrestre em Gaza, afirmaram fontes à Reuters. Nesta sexta-feira, o ministro de Defesa israelense, Ehud Barak, já havia aprovado a ampliação da convocação para mais de 30 mil reservistas. Nesta manhã, o gabinete do general das Forças de Defesa de Israel anunciou a chamada pública de 16 mil reservistas.Além disso, o Exército de Israel bloqueou, nesta sexta-feira, as principais estradas ao redor da Faixa de Gaza para a movimentação de civis. "Há uma zona militar fechada na região", disse um porta-voz militar, explicando que três estradas foram fechadas, exceto para o tráfego militar.
Foguetes
Israel afirmou que o fechamento das estradas foi uma resposta aos ataques de foguetes em Jerusalém e Tel-Aviv. Nesta sexta-feira, militantes do Hamas lançaram um foguete contra Jerusalém - primeira vez que a cidade foi alvo de artilharia aérea vinda de Gaza.
Mais cedo, um míssil atingiu a cidade de Tel-Aviv, principal centro urbano de Israel. Foi a primeira vez que Tel-Aviv foi atacada desde a Guerra do Golfo, em 1991.
Os ataques ocorreram em meio à escalada da violência entre Israel e a Faixa de Gaza, após a morte do comandante militar do Hamas, Ahmed Jabari, na última quarta-feira, 14. Antes da escalada do conflito, Israel promoveu repetidos ataques aéreos em Gaza, enquanto militantes palestinos lançaram mais de 200 foguetes desde a fronteira. Os foguetes podem atingir alvos até 75 km de distância.
Com Efe e Reuters
SEGURANÇA NACIONAL BLOG

Arquivo do blog segurança nacional