terça-feira, 16 de outubro de 2012

Estaleiro Carioca DGS Defence Produzido embarcação blindada com sistema antirradar produzida no país.

 Os motores Evinrude darão a agilidade necessária a um pioneiro projeto de três lanchas desenvolvido pelo estaleiro carioca DGS Defence para a Polícia Federal. Produzido com 100% de materiais recicláveis, o DGS 888 Interceptor é a primeira embarcação blindada com sistema antirradar produzida no país.
As lanchas serão utilizadas para interceptação e patrulha em locais de fronteira no Paraná, visando reprimir o contrabando e o tráfico de drogas. A primeira delas será entregue à Polícia Federal em um evento marcado para a noite desta quinta-feira, no cais do Iate Clube do Rio de Janeiro (RJ). Para garantir velocidade e precisão, a propulsão do DGS 888 Interceptor é feitas por três motores Evinrude que juntos geram 900 HP, permitindo velocidades superiores a 45 nós.
“Esta embarcação é única e reúne o que há de mais moderno em tecnologia náutica. O nível de blindagem é 3, que garante um alto grau de proteção, e a lancha tem tecnologia antirradar stealth, de baixa assinatura nos radares das outras embarcações, o que dificulta a sua visualização. O motor é algo estratégico em um projeto assim, ainda mais pelo fato de cada lancha pesar cinco toneladas”, explicou Abilio Di Gerardi, fundador e presidente do estaleiro DGS Defence.
A DGS 888 Interceptor possui cabine de alumínio e casco de co-polímero de etileno (plástico de engenharia de alto peso molecular, também usado em coletes a prova de bala, capacetes e na blindagem de aeronaves militares e viaturas de combate), materiais extremamente resistente e recicláveis.
A embarcação mede 8,88 metros de comprimento e três metros de largura, além de ser insubmergível e não pegar fogo. O casco mais do que resistente foi desenvolvido para ser um grande aliado dos agentes federais, que podem coloca-lo em contato com qualquer superfície, como pedra, areia e até  embarcações.
SEGURANÇA NACIONAL  BLOG

Arquivo do blog segurança nacional