sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Moscou organiza exercícios para combater terrorismo nuclear


Em Moscou começaram os exercícios internacionais de combate ao terrorismo nuclear Guardião-2012, para os quais foram convidados delegações de 58 países, observadores da AIEA, da Interpol e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime Organizado (UNODC).

Os exercícios realizam-se no âmbito da iniciativa global de combate a atos de terrorismo nuclear, anunciada em julho de 2006 em São Petersburgo, pela Rússia e EUA e agora abrange 82 países. A coincidência de interesse por parte dos Estados por este problema não é surpreendente – diz o investigador-chefe do Instituto da Economia Mundial das Relações Internacionais, Vladimir Dvorkin:
"É necessária uma cooperação muito estreita para impedir ou anular possíveis fontes de terrorismo nuclear. É um fenômeno excepcionalmente variado. Ele pode ser pulverização de materiais radioativos. Pode ser explosão de algum engenho que é produzido com substâncias comuns, mas naquilo que explode tem elementos radioativos. É a chamada bomba “suja”. Finalmente existe a ameaça – esta é a mais terrível - de explosão de engenho explosivo nuclear de fabricação caseira, que pode ter o mesmo efeito que as explosões em Hiroshima e Nagazaki, que causaram a morte de centenas de milhares de pessoas".
No mundo existem mais de 500 grupos terroristas. Muitos deles têm ligações ramificadas por todo o mundo. Seus equipamentos técnicos aperfeiçoam-se constantemente – assinala o especialista da Associação de politólogos militares, Alexander Perendjiev:
"Cresce o sistema de tecnologias da informação, de possibilidades de penetrar diretamente na base de informação de objetivos nucleares. Hoje, e isto é admitido por muitos especialistas, o perigo tem efeito sempre crescente".
Nos exercícios Guardião-2012 serão aplicadas novas soluções tecnológicas de deteção de materiais nucleares e substâncias radioativas. Destacamentos especiais do SFS e de formações técnicas para acidentes da empresa estatal Rosatom demonstrarão suas habilidades no combate às ameaças de terrorismo nuclear e liquidação de suas consequências.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG

Arquivo do blog segurança nacional